Reeducação Alimentar - Como está a correr?

By Elisabeth Rodriguez - 15.6.17

Viva meu público!!!

Venho falar-vos de como está a correr a minha Reeducação Alimentar! 
Se bem se lembram...comecei em Março, ora vamos em Junho, portanto, vamos com três meses deste processo. 


Não está a correr como gostaria sobretudo por questões de saúde/adaptação, mas também por dificuldade em encontrar alimentos livres de corantes, conservantes e edulcorantes (dezenas e centenas de vezes mais doces do que o açúcar normal). 


Lá encontrei um doce só com frutose (o açúcar natural da fruta) e até é saboroso. Excelente no pão integral... não fosse o pão ter aditivos - a pessoa nem sabe o que são. 


Gente, eu abdico de 1 hora de Português para que os estudantes comecem - em tenra idade- a ter uma disciplina de nutrição/interpretação de rótulos. Se eu tenho dificuldade a interpretar o raio dos rótulos, imaginem as crianças e adolescentes!!! 


Ainda assim, ando a tentar decifrar os rótulos (uma aventura). Neste achocolatado, por exemplo, 14 gramas de Nesquik  + leite meio gordo terá 2,2 gramas de gordura saturada  e 19,7 gramas de açúcar (mais ou menos 3 pacotes). Se compararmos com o valor por cada 100 gramas de produto, ficamos a saber que a gordura saturada vem sobretudo do leite, mas existem 74,1 gramas de açúcar, isto é arrepiante... 74,1% do achocolatado é açúcar. 😲 Já não consumo o produto, porque deixei de beber leite de vaca, mas consumi-o durante anos e anos...


O nível de açúcar presente no leite de vaca e mesmo nas bebidas alternativas de soja são elevados. Cheguei à conclusão que é muito difícil de eliminar o açúcar da nossa alimentação (calculo que não seja impossível, mas difícil é!). 

Massa de Atum e salsichas de Aves

Continuo a optar por pratos de fácil digestão e alguns mais baixos em calorias. Poderia ser vegetariana, pois adoro o sabor das comidas mais vegetarianas (no Verão então, sabem mesmo bem!). 

Bife de peru grelhado com pepino, tomate e cubos de melão

O problema é que o marido não come mais do que dois dias seguidos pratos "de ervas e fruta" (como ele lhes chama) e não é prático para o dia-a-dia a confecção de almoços e jantares diferenciados
Então, tenho andado entre a carne, o peixe e as saladas. 

Salada com ovas, ovo e tomate

Quem tem como intuito emagrecer, o que faz muitas vezes é a dieta dos hidratos de carbono (evita a massa, o arroz, o pão, a farinha branca e outros cereais, especialmente os refinados). 

Massa com peito de frango e cenouras

Como o meu intuito principal não é a perda de peso, mas aprender a comer melhor por uma questão de saúde, continuo a incluir os cereais (como o arroz, a massa) na minha alimentação e tenho optado, algumas vezes, pelos integrais.


Noto que o meu organismo tem tido alguma dificuldade em se adaptar a estas mudanças e chego mesmo a ficar com dores nos intestinos. 


A fruta e os legumes continuam a fazer parte da minha alimentação como sempre fizeram. 

A ingestão de alguns alimentos (como camarão) deixam-me mal disposta e já cheguei a pensar se terei alguma intolerância alimentar que só agora se tenha manifestado... não sei! 


Resumindo, começo a ponderar ter alguma orientação com um nutricionista. 😞Vamos ver!

E desse lado? Alguém que tenha passado por um processo de adaptação alimentar e tenha tido dificuldades? Quais?

Beijinhos💗

  • Share:

You Might Also Like

8 comentários

  1. this is such a lovely post,
    the Food Looks so tasty.

    with love your AMELY ROSE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hello Amely!
      Welcome!
      It's all easy to do and tasty, yes! ;)
      Kiss

      Eliminar
  2. Não é nada fácil tentar comer de forma saudável, infelizmente :( O açúcar e os adoçantes estão presentes em tanto lado!

    Eu também tento fazer uma alimentação saudável e também tenho igualmente dificuldade :(

    E tal como tu, Elisabeth, também sinto intolerância a certos alimentos, por exemplo ao leite de vaca! Já deixei de consumir há muito tempo e o maridão igualmente!

    Acho que só experimentando e testando os alimentos vamos sabendo aquilo que o nosso organismo tolera ou não....mas não é nada fácil e concordo que uma ajuda profissional é sempre bem vinda!

    Beijinho grande e bom fim de semana <3
    http://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,
      Já trabalhei num sítio, onde a ementa era feita por uma nutricionista. Por coincidência ou não, foi a fase em que me senti melhor, tanto em termos de conforto de estômago e intestinos como a nível de peso.
      Sim, tenho feito isso...vou testando e vendo o que tolero ou não. ;)
      Agora, a ajuda profissional também acho que dá uma outra segurança e conhecimento!
      Beijinho. <3

      Eliminar
  3. Adoro este feedback querida. Acredito que esteja a ser difícil, especialmente quando o nosso marido não está muito a fim, mas seja como for estás a portar-te super bem <3

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cátia,
      Pois é... o homens têm mais dificuldade em eliminar a carne da alimentação... parece-me!
      A pessoa lá se vai esforçando! ;)
      Beijinho. <3

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário! São os vossos comentários que movem este blog! As respostas serão dadas por aqui! Voltem sempre!