1º Q&A do Blog!

By Elisabeth Rodriguez - 22.6.17

Viva Leitores!!! 
Como vão? 

Por aqui vamos responder ao 1º Q&A do Blog! Boa!?

E vou responder - mais ou menos - pela ordem que as meninas foram deixando as suas questões. Dividi o post em duas partes, para não ficar enorme!


E do blog da Cátia - The Pink Elephant Shoe (acho que toda a gente já conhece este blog maravilhoso, mas - se não conhecem - têm de passar por lá!) - chega-nos a seguinte questão:


 1ª - O que te levou a querer ser professora? |Cátia

Resposta: Nada! Provavelmente esperavam uma resposta do género "foi por vocação", mas a verdade é que não foi. Foi por conta de uma série de escolhas/circunstâncias da vida. O meu 12º ano foi ligado à área das Ciências Socioeconómicas e tinha uma disciplina de Direito (ou Legislação), na qual era barra (a única disciplina que consegui tirar 19 valores na vida). O professor da disciplina sempre me incentivou a seguir Direito e eu própria sonhava em ser Advogada, também influenciada pelas séries americanas do anos 90.  E lá fui eu...convencida de que o Curso seria tipo "uma série americana". A verdade é que o Curso de Direito não era como tinha pensado, não havia jurados (e creio que ainda não haja nos tribunais portugueses), muita história para distinguir Direito Público de Direito Privado...enfim...muita teoria e pouca prática (no 1ºano). Também não gostei do próprio ambiente da Faculdade (demasiado elitista para uma humilde pessoa) e blá,blá,blá. 




Posto isto, troquei de Curso e tinha que escolher um outro, para o qual os exames de ingresso fossem os mesmos (para não voltar a fazer Provas de Ingresso). Então, andei à procura de Cursos que dessem as mesmas Provas de Ingresso e nos quais eu fosse "boa"/tivesse boas skills. Fiquei indecisa entre Jornalismo, Cursos de Comunicação e os de Ensino. Acabei por ir para o Ensino, mas a ideia era trabalhar na sua vertente mais comunitária/associativa e não tanto em Escolas. Como não comandamos tudo na vida e há coisas que não dependem só de nós, acabou por acontecer o contrário e as Escolas acabaram por fazer parte da minha vida. Descobri o gosto pelo ensino já depois de exercer a profissão e com o público Adulto (antigamente Ensino Recorrente). 



E hoje...mais madura, mais conhecedora de mim [mesma], acho que andei meio perdida para encontrar a minha vocação (as minhas vocações). Actualmente, vejo-me a trabalhar em áreas como Veterinária, Farmácia (vertente Dermocosmética), Homeotapia, Técnica de SPA, (etc.) ou mesmo em áreas mais criativas como Webdesigner, Gestora de Conteúdos (tenho descoberto  o gosto "pela coisa" com o blog, embora haja centenas de pessoas com esta formação, I know!). E pronto Cátia! Parece haver pessoas que nascem a saber o que querem...outras...demoram mais tempo a encontrar o seu caminho, a sua vocação, o seu lugar...eu ainda estou à procura do caminho certo! 😏



A Carol (Carolina) do blog Carol Nagliati, uma menina com um talento incrível para makes, (têm de ver as maquilhagens desta menina), também deixou duas questões!




1ª- Qual o "porquê" de não gostar de aparecer em fotos e em vídeos? | Carol  

Resposta:  Bom, não é bem não gostar, embora também não seja uma pessoa que goste de me expor em demasia (a Internet também oferece perigos) e nem sempre tenho uma pessoa disponível para tirar as fotos, outra das razões. No entanto, na sociedade portuguesa (vou contextualizar, porque a Carol é Brasileira 💕) não se espera que um professor faça vídeos para o youtube na área da Beleza/Moda (tenha um canal) ou mesmo que se ande a expor pelas redes socais. Não há uma mentalidade aberta por parte da Instituição Escola. Engloba Ministérios, Directores, colegas, pais e alunos. Pais, cada um com a sua postura, que têm sempre uma palavra a dizer (nem sempre positiva) e alunos que nem sempre percebem que professor é uma pessoa "normal" com vida própria. Felizmente, não são todos assim! 



Mas é exigido (sem nunca ser dito) que o professor desempenhe um determinado papel na sociedade...papel esse que não se coaduna com "excessos". 
Haveria sempre alguém disposto a comentar algo do género: "pois, mete-se a fazer vídeos para o youtube e não corrige os testes" (ou algo parecido). Coisa que nunca fiz (ou faço) é pôr lazer à frente de trabalho, mas há umas alminhas - por aí - que pensam que professor só pode ser isso mesmo e não tem direito a tempo livre (hobbies que nada tenham a ver com aulas e afins).  E claro... quem conhece a sociedade portuguesa saberá que daria aso a vários tipos de situações/comentários que prefiro evitar. Seja como for, espero um dia mudar de área, para ter liberdade de fazer vídeos, sem receios de ferir susceptibilidades. Curiosamente, penso que exista mais liberdade para os professores (género masculino)...




2ª  - As pessoas que conheces no mundo virtual, passado algum tempo, já as consideras amigas? Qual a tua opinião sobre estas amizades virtuais?  |Carol

Resposta:  Bom, há muitas pessoas pela blogoesfera pelas quais, ao fim de algum tempo, ganhei um carinho muito especial. Aliás, há blogs que sigo não tanto pelo blog, mas pela pessoa que está por trás. Ou seja, se tivesse que conviver com aquela pessoa no meu dia-a-dia certamente que me iria dar bem com ela. Contudo, também sei que o mundo virtual filtra o lado menos bom das pessoas e a verdade é que todos o temos. Será que, depois, convivendo diariamente, a amizade iria resultar? 



A amizade é igual às relações de longa duração! Ambas precisam de ser cultivadas diariamente com pequenos gestos e atitudes, se não murcham como as flores que não são regadas/cuidadas. Um (a) bom amigo(a), para mim, é aquela pessoa que está "sempre lá" e sempre é mesmo sempre... nos bons, mas sobretudo nos maus momentos. Os amigos virtuais não estão sempre lá... na verdade, eles nem conhecem os nossos problemas, as nossas angústias... eles conhecem apenas o que nós nos permitimos partilhar (normalmente, o bom). 
Agora, tenciono (e espero que a vida o permita) conhecer pessoalmente algumas meninas que conheci pela blogoesfera e acredito sinceramente que nasçam daí boas e grandes amizades! Pena não poder viajar até ao Brasil! Isso é que era, Carol!!! 


Não me esqueci das restantes questões! Mas tenho o terrível defeito de escrever muito... achei por bem dividir o Q&A em duas partes para ficar mais levezinho. 


Beijinhos e muito obrigada às meninas que deixaram as suas questões! Mesmo àquelas que ainda não respondi (não estão esquecidas). 💗💗💗💗

  • Share:

You Might Also Like

14 comentários

  1. Gostei muito das respostas. Confesso que sempre fiquei curiosa em relação às questões que fiz...Obrigada por tudo, pelo elogio também. Quem sabe algum dia eu vá pra Portugal!!!
    Abraços,
    carolnagliati.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carol!
      Ia avisar você! Já vi que deu conta primeiro! ;)
      Ah, isso é que era, Carol! O país é bem acolhedor! :)
      Beijinho. <3

      Eliminar
  2. Adorei as tuas respostas! Identifico-me bastante com a que a minha querida Cátia te fez <3 Já só dou aulas em casa, mas também nunca escolhi (e por isso quis ir para mais escola nenhuma) ser professora. Sigo *

    The Brunette's TofuInstagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Raquel!
      Pois é... há coisas que vão sucedendo, sem as escolhermos directamente...só passado alguns anos percebemos "não era isto que queria para mim". Ainda não perdi a esperança de encontrar o meu lugar, um caminho que me realize! Espero que também encontres o teu caminho, aquilo que te leve à felicidade. No fundo, é sempre isso que procuramos: um caminho para ser feliz! ;) Beijinho grande! <3

      Eliminar
  3. Gostei de conhecer um pouquinho mias da blogger.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Elisabeth, quem diria que começaste em advocacia!

    Olha, eu sou como tu, foi dificil decidir-me e se fosse agora escolheria outra área que não a contabilidade. Não que me arrependa, porque a vida é feita de escolhas e acredito que tudo o que decidimos fazer acaba por influenciar o nosso futuro e se tivesse escolhido outra área a minha vida podia ser muito diferente e eu gosto dela exactamente como é <3

    Cada um é livre de fazer aquilo que quer e ninguém tem nada que criticar! Tenho pena de não ver mais fotos tuas....

    Beijinho grande e resto de uma boa semana <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla,
      Pois é! Em termos de formação, creio que não fiz as melhores escolhas! Por imaturidade, falta de orientação de alguém que conhecesse o mercado e a vida, mas também por falta de informação. Não existia tanta como há hoje!
      Sim, se tivesse escolhido outra área, talvez, não tivesse tanta instabilidade na vida e tivesse sido tudo diferente. Não sei...nunca saberei o que poderia ter sido! É seguir em frente e pronto! :)
      Há uma falsa liberdade nesta nossa Sociedade! Ainda cheia de convenções! ;)
      Tenho de chatear mais vezes o fotógrafo - está visto! ;)
      Beijinho grande. <3

      Eliminar
  5. Adorei as tuas respostas! Estou a acabar o 11º ano e gostei de conhecer a experiência de alguém que tenha mudado de curso, porque acho que é muito radical termos que escolher o que vamos fazer durante a maior parte da nossa vida aos 18 anos e por isso é bom saber que há a possibilidade de trocar de curso sem grandes problemas.

    www.atemarteevoltar.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maggie,
      Sim, é verdade! Temos de escolher muito cedo uma profissão que à partida será para exercer durante a nossa vida! Às vezes mudar de área/curso só depende da nossa coragem! Nem sempre quem está à nossa volta entende...
      A grande maioria do pessoal que fez Licenciatura comigo trabalha em bancos, em teatro, em empresas...poucos seguiram o ensino, ou seja, traçaram outro caminho e foram fazendo outras formações!
      Obrigada por deixares aqui a tua opinião! <3
      Beijinho. <3

      Eliminar
  6. Por acaso uma tag interessante, ainda não tinha visto ou lido uma assim :)

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderEliminar
  7. Minha linda, agora é que li este post. Claramente que me escapou, mas por acaso esperava outra resposta como disseste. Adoro que sejas sempre tão sincera e espero que consigas explorar as áreas em consideras as tuas vocações <3
    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh linda, muito normal te ter escapado...são sempre tantas coisas... a nossa cabeça não consegue acompanhar sempre tudo!
      Eu bem que queria explorar as novas áreas... mas a idade neste país é uma desvantagem quando deveria ser a maior vantagem! :\
      Beijinho. <3

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário! São os vossos comentários que movem este blog! As respostas serão dadas por aqui! Voltem sempre!