Quantas vezes hesitam entre: Por que ou Porque?

Ora Viva!!!

Trago-vos mais um post didáctico!
Por  aqui e por ali...são muitas as pessoas que não distinguem o [por que] (separado) e o [porque] (junto).

Se sentem essa hesitação na hora de escrever, ora vejam como é fácil! 😃


Tanto "por que" como "porque" exprimem causa. 

[Por que] usa-se ligado a substantivos como "razão", "motivo":
Exemplos: 

a) Não sei por que razão a Joana faltou. 
b) Desconheço os motivos por que a viagem foi cancelada. (=pelos quais)

[porque] é equivalente a "uma vez que", "já que":
Exemplos:

a) O Pedro saiu porque tinha de ir ao supermercado. 
b) Ela não foi, porque estava doente. 


Eis a "equação" que precisam de saber:
Por que + substantivo
Porque + verbo

Tanto "por que" como "porque" usam-se em perguntas (frases interrogativas) e o raciocínio é o mesmo da "equação" acima.  

Por que vem seguido de um substantivo:
Por que livros aprendeste? 

Porque vem seguido de um verbo:
Porque saiu o Pedro? 


Esta é a forma simples de explicar a diferença, sem entrar pelo caminho das orações e regências preposicionais. 

O objectivo é que o "truque" facilite o uso! 

Depois ainda há a diferença entre "porque", "porquê" e "por quê"  que ficarão para uma próxima! 

Espero que este post vos seja útil! 

Beijinhos 💗

Share:

12 comentários

  1. Adoro estes teus posts Elizabeth, são tão interessantes. Por acaso acho que não tinha dúvidas neste campo, mas quem sabe!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // SORTEIO DE UM PERFUME ‘BLUE WONDERS’ NO FACEBOOK //

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cátia,
      Obrigada linda!
      É uma hesitação muito comum! :)
      Beijinho.

      Eliminar
  2. Posts assim são tão importantes! Adoro. Há que melhorar o nosso Português!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sê bem-vinda Carolina! :)
      Verdade! O nosso português anda muito mal tratado!
      Beijinho linda! ;)

      Eliminar
  3. Gostei do post! E às vezes surgem dúvidas com algumas palavras difíceis :)

    A propósito, detesto o novo acordo ortográfico :D

    Beijinho grande <3
    https://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,
      Verdade! Há palavras que suscitam dúvidas na hora de escrever! É bom termos sempre à mão (ou online) um dicionário e um prontuário! ;) Eu não dispenso estas duas ferramentas!!! ;)
      Ah,Ah,Ah...pois...acho que ninguém gosta muito do dito Acordo!!! ;)
      Beijinho. <3

      Eliminar
  4. Adoro estes momentos aqui pelo teu blog!! Continua Elisabeth ;)
    beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Gosto demais destes posts!!! Sou apaixonada por português! Gosto de ficar estudando e frequentemente tenho umas dúvidas. Postei uma dúvida lá no seu insta, pois não encontrei explicações confiáveis na internet. Help me, please! Bom final de semana!!! Thanks!!! 💋💋

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carol,
      Pois é! Há dúvidas que dividem até os gramáticos/filólogos. A que você me colocou é uma delas! Nós temos duas correntes gramaticais: uma tradicionalista (normativa) e outra descritiva. O que acontece é que a descritiva tem vindo a ganhar terreno, o que faz com que comece a haver as tais tendências para chamar "monossílabo tónico" a palavras que, segundo a gramática normativa, eram apenas oxítonas! Claro, isso levanta sérias dúvidas a alunos e professores! É difícil para um professor optar por uma das "correntes"! Beijinho. ;) <3

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário! São os vossos comentários que movem este blog! As respostas serão dadas por aqui! Voltem sempre!