Quando uma encomenda fica retida na Alfândega!

By Elisabeth Rodriguez - 25.7.16

Olá meninas e meninos!

Hoje partilho convosco o que acontece quando uma encomenda fica presa na alfândega e se compensa encomendar determinados artigos por lojas internacionais (fora do espaço europeu). 


A encomenda, uns ténis, era para ser surpresa do marido, mas acabou por não ser, pois acabei por ser eu a assinar a carta registada que vem para envio da documentação. Então, o que acontece quando uma encomenda fica retida na alfândega?


A encomenda foi feita em Abril. Enviada pelo fornecedor/loja - Banggood - a 21 de Abril. Chegou a Lisboa a 03 de Maio e dois dias depois é enviado o pedido de autorização para as autoridades alfandegarias. De Maio a Junho, a encomenda ficou a aguardar autorização por parte da Alfândega, para que pudesse ser entregue. 


Em Junho, os Correios (a entidade que solicita o desalfandegamento às Autoridades Alfandegárias) enviaram uma carta registada com as indicações do que enviar, em termos de documentação, para desalfandegar a encomenda. Portanto, basicamente a carta (que só posso mostrar o verso, porque a frente tem dados pessoais!) pede que seja enviado comprovativo de pagamento ou factura do artigo comprado com descrição detalhada e valor da mercadoria, assim como documento de identificação (Cartão de cidadão/B.I.). 

Ténis-bota de Inverno
 Lá se enviou a documentação solicitada para o e-mail que vem na dita carta! Mais de 1 mês depois, chega finalmente a encomenda ao seu destinatário. Portanto, em todos este processo, a encomenda demorou quase 4 meses! Não tivemos de pagar taxas ou Iva (não pagam iva encomendas abaixo de 22€), porque os direitos aduaneiros aplicam-se em encomendas superiores a 45 euros de particulares e 150 euros para empresas


Não esquecer que taxa e custo do desalfandegamento são uma coisa e Iva é outra coisa! Falamos obviamente em encomendas que provêm de fora da União Europeia. 

E perguntam vocês: Compensou? Não! Na minha opinião e da minha experiência não compensa comprar este tipo de artigos fora do espaço europeu, pelo tempo de espera do produto (se tiver a fazer falta...dá tempo de irmos à China...a pé!) e pelas taxas e iva que podem ser aplicados que, por conseguinte, irão encarecer o produto. 

Moral da história: Continuo a precisar de uns ténis, porque estes são de Inverno e terei de encontrar uma solução para tapar a descrição "fashion" (que não me agrada!). 

E vocês meninas? Também já tiveram encomendas retidas na Alfândega? Demorou assim tanto tempo? Pagaram taxas e/ou iva? 

Beijinhos!!! 

  • Share:

You Might Also Like

6 comentários

  1. São bem bonitas
    confesso que não gosto nada da alfandega
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo todos os dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sofia!
      Não gostas das Alfândegas? Eh!Eh!Eh!
      Beijinhos linda!

      Eliminar
  2. Been there done that! Uma vez (na primeira vez) fiz uma encomenda de cinco peças da China. Sabes quanto tinha de pagar? 70 do IVA e da taxa. Que absurdo. Escusado será dizer que a encomenda voltou para trás. Para não repetir. Pensa positivo: os ténis são bem giros :P
    Beijinhos ❤
    EVENING BREEZE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Credo! Se tivesse de pagar esse valor também tinha enviado a minha para trás! Há coisas que realmente não compensam!
      Beijinhos linda!

      Eliminar
  3. Espero que nunca me aconteça! Só por aí perco a vontade de encomendar de fora.
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elisa, encomendar fora da União Europeia é, de facto, sempre um risco!
      Beijinho.

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário! São os vossos comentários que movem este blog! As respostas serão dadas por aqui! Voltem sempre!